Open/Close Menu Especialista em Urologia em Salvador BA

Existe medicação para aumentar o tamanho do pênis?

Se os pais tiverem alguma dúvida sobre o crescimento do pênis do seu filho, deve levá-lo a um Urologista. Muitas vezes o filho mais novo tem um desenvolvimento melhor que o mais velho. É preciso corrigir enquanto é tempo. “O Urologista terá a capacidade de saber se o crescimento do pênis é normal ou não, vai orientar os pais se houver algo errado, e fazer o tratamento adequado antes que seja tarde demais”, diz o urologista e secretário geral da Sociedade Brasileira de Urologia, Eduardo Lopes.

Assim como existe uma tabela para crescimento da altura das crianças, há também uma tabela que mostra se o crescimento do pênis, mas apenas os meninos que têm micropênis ou pênis abaixo da média são submetidos a tratamentos com hormônios.

“Hoje em dia existem várias maneiras de aumentar o pênis de meninos até a idade dos 10 anos. Podemos usar medicamentos na forma de gel, adesivos ou até injeções que vão ajudá-lo. Mas apenas na fase infantil”, conta Dr. Eduardo Lopes.

“É preciso ter cuidado ao tratar desse assunto na frente da criança, para evitar traumas. Tem pais que levam o garoto ao médico por achar que o pênis dele é pequeno. Mas às vezes, é só aparência, pois se o menino é gordinho, então parece que o pênis é menor do que deveria. E as vezes a criança já se comporta de maneira retraída evitando ficar nu até na presença dos próprios país e irmãos porque já percebeu que seu pênis é realmente muito pequeno”, conta Lopes. “O tratamento deve ser o mais precoce possível” – Ressalta.

Mas é mesmo pequeno?

Segundo os especialistas, o pênis flácido mede de 5 cm a 10 cm de comprimento. O tamanho durante a flacidez não determina o tamanho durante a ereção, já que o pênis pode dobrar de tamanho quando ereto.  A medida é feita com uma régua, pela parte superior do pênis, desde o ponto em que ele se encontra com o osso púbis (não com a pele) até a extremidade da glande esticada.

Uma pesquisa realizada em consultórios de urologistas no país determinou que o pênis médio do brasileiro, quando flácido é de 9 centímetros e em ereção, é de 13 a 14 centímetros.

Dr. Eduardo Lopes chama a atenção que o tratamento deve ser o mais precoce possível, pois não se pode usar hormônio quando a criança já estiver na puberdade porque pode acontecer calcificação óssea mais rápida, e a criança não crescer tanto quanto deveria por fechamento precoce das epífises ósseas.

O importante é saber que se o homem tem dúvidas com relação ao tamanho do pênis do seu filho, precisa procurar um urologista o mais precoce possível. “Só o médico vai poder avaliar. E cada caso é um caso”, diz Lopes. O paciente deve ser examinado detalhadamente, incluindo volume e presença dos testículos, presença e localização de pêlos pubianos e outras características sexuais.

Rua Altino Seberto de Barros, 241 - salas 405/406 Itaigara Memorial Center - CEP.: 41850-010 Salvador - BA.
Telefax: (71) 3351-7424 / (71) 3351-6905 / (71) 99711-3222
Tenha seu site

© Os direitos autorais desse Site são protegidos pela Lei 9610 de 19/02/1998. O conteúdo é propriedade dos respectivos autores.